Seminário Temático Doutoral II. Migrações, Interculturalidade e Desenvolvimento
Código: 43008
Departamento: DCSG
ECTS: 10
Área científica: Ciências Sociais
Total de horas trabalho: 260
Total de horas de contacto: 40

Esta unidade curricular aborda, de forma integrada e articulada, quatro temáticas centrais: a análise, a partir de uma perspetiva global; dos principais padrões das migrações na atualidade e os respetivos sistemas migratórios; a problemática dos impactos das migrações sobre o desenvolvimento dos territórios de origem dos migrantes, relacionando as questões numa perspetiva macro e micro sociológica; um exame comparativo da relação subjacente a estes processos migratórios considerando a dimensão intercultural dos atores em presença e, por fim, as circunstâncias específicas de interação destes temas com as migrações forçadas.

Migrações
Desenvolvimento
Interculturalidade
Refugiados

As competências a adquirir com esta unidade curricular resultam dos objetivos de aprendizagem definidos a nível do 3º ciclo, adaptando-os aos conteúdos específicos da unidade. Na generalidade, merecem atenção especial as competências de produção de conhecimento científico original. Mais em particular, pretende-se:
- o reforço das competências teóricas e aplicadas do estudo das migrações, na sua relação com a cultura e o desenvolvimento;
- o aumento da capacidade de integração de conhecimentos interdisciplinares, provenientes sobretudo da sociologia, economia e antropologia, de modo a melhor captar a complexidade daqueles domínios;
- o desenvolvimento das capacidades de análise e raciocínio crítico;
- a melhoria das competências de comunicação oral;
- a melhoria das competências de investigação e produção de conhecimento complexo de forma autónoma.
 

1. Introdução: migrações atuais e perspetivas teóricas
1.1 As migrações na atualidade: padrões globais e sistemas migratórios mundiais
1.2 Perspetivas teóricas sobre as migrações: abordagens micro- e macro-sociológicas
2. Migrações e desenvolvimento
2.1 Migrações e desenvolvimento socioeconómico: mercado de trabalho, remessas e outros efeitos
2.2 Diásporas e transnacionalismo: aspetos económicos, socioculturais e políticos
3. Interculturalidade e desenvolvimento
3.1 A abordagem cultural do desenvolvimento: perspetivas teóricas sobre a relação entre cultura, economia e política  
3.2 Perspetivas macrossociais e microssociais da interculturalidade face à mobilidade e desenvolvimento
4. Migrações forçadas, requerentes de asilo e refugiados
4.1 Migrações forçadas e desenvolvimento: desafios locais e relações globais entre sociedades de partida e sociedades de acolhimento
4.2 Percursos forçados, acervos patrimoniais (i)materiais e (re)construção das sociabilidades identitárias

    

Castles, S. e Miller, M. 2009. The Age of Migration: International Population Movements in the Modern World. New York: Guilford Press.
Massey, D. et al. 2005. Worlds in Motion: Understanding International Migration at the end of the Millennium. Oxford: Oxford University Press.
Skeldon, R. 1997. Migration and Development: A Global Perspective. London: Longman.
Peixoto, J. 2004. “As Teorias Explicativas das Migrações: Teorias Micro e Macro-Sociológicas”. Socius Working Papers nº 11/2004. ISEG/UTL.
østergaard-Nielsen, E. (ed.). 2003. International Migration and Sending Countries: Perceptions, Policies and Transnational Relations. Palgrave-Macmillan.
Betts, A. 2009. Development assistance and refugees: towards a North-South grand bargain?. RSC, University of Oxford.
Schech, S. e Haggis, J. 2000. Culture and Development: A Critical Introduction. Wiley-Blackwell.
Koser, K. e Martin, S. (ed.). 2011. The migration-displacement nexus: patterns, processes, and policies. New York. Berghahn Books.

E-learning

A avaliação das aprendizagens será realizada com base na avaliação contínua das atividades individuais e em grupo. A avaliação final resulta da ponderação de vários elementos: qualidade da participação em fóruns de debate; trabalhos individuais e em grupo (leituras críticas e ensaios) e trabalho final individual.