Gestão do Terceiro Setor
Código: 61054
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: Gestão
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

Esta unidade curricular visa estudar as características económicas e sociais das organizações do terceiro setor, das formas de intervenção junto dos grupos de maior risco de exclusão social e das formas de gestão tendo em atenção os processos de mudança socioeconómica e a sua articulação com as políticas públicas.

Terceiro setor
Intervenção social
Políticas sociais

•    Análise da realidade Portuguesa do terceiro setor numa perspetiva histórica
•    Análise do contexto de mudança socioeconómica e dos desafios das políticas sociais
•    Análise dos paradigmas e práticas de intervenção social
•   Análise das formas de gestão das organizações do terceiro setor do ponto de vista da tomada de decisão da gestão de topo em articulação com a intervenção ‘no terreno’

•    Conceito de terceiro setor
•    História do terceiro setor em Portugal
•    Paradigmas e práticas de intervenção social
•    Gestão das organizações do terceiro setor em contexto de mudança socioeconómica e de articulação com as políticas públicas
•    Eficiência e eficácia das organizações do terceiro setor

Bibliografia Obrigatória
• Garrido, A. et al. (2019) Economia Social Olhares Cruzados, Almedina, Coimbra.
 
Bibliografia obrigatória a disponibilizar na plataforma Moodle
• Carrilho, T. (2008) ‘Processos de parceria e resultados em projectos locais de promoção do emprego’, Economia Global e Gestão, nº 3, volume XIII, 137-155
• Carrilho, T. (2008) ‘Conceito de parceria: três projectos locais de promoção do emprego’, Análise Social, volume XLIII (1º), 81-107
• Soares, C. et al (2012) ‘A economia social e a sua sustentabilidade como fator de inclusão social’
• Quintão, C. (2011) ‘O terceiro setor e a sua renovação em Portugal’, WP, 2ª S., nº 2.


 

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.