Teorias e Correntes Historiográficas
Código: 31124
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: História
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

Esta unidade curricular tem por objetivo apresentar uma perspetiva genérica acerca da evolução das correntes historiográficas (e teorias da História que as sustentam), com especial ênfase nos séculos XIX, XX e XXI.

História
Historiografia
Conhecimento
Teoria da História

No final da unidade curricular, o estudante deve:
• Expor, sucintamente, as grandes correntes de pensamento que têm informado a produção historiográfica contemporânea;
• Dominar conceitos essenciais e o vocabulário histórico que se prende com teorias e correntes historiográficas;
• Identificar as diversas formas de fazer a História, partindo da leitura crítica de documentos selecionados;
• Argumentar sobre as limitações e as virtualidades de várias abordagens historiográficas.

1. A história erudita.
2. A historiografia romântica.
3. A escola metódica.
4. A escola dos Annales.
5. A Nova História.
6. A história marxista.
7. O estruturalismo e a história.
8. A Micro-História.
9. A Nova História Política.
10. O Pós-Modernismo na História.
11. A História no século XXI.

Básica:
BOURDÉ, Guy e MARTIN, Hervé - As Escolas Históricas. Mem-Martins: Publicações Europa-América, s.d.
CANNADINE, David (dir.) - Que é a História Hoje?. Lisboa: Gradiva, 2006.
CATROGA, Fernando - Memória, História e Historiografia. Coimbra: Editorial Quarteto, 2001. 
DELACROIX, Christian (dir) - Historiographies. Concepts et Débats. Paris: Gallimard, 2 vols, 2010
EVANS, Richard J. - Em Defesa da História. Lisboa: Temas e Debates, 2000.
GARDINER, Patrick - Teorias da História. 5ª ed. Lisboa: F.C. Gulbenkian, 2004.
TORGAl, L. R; MENDES, J. A; CATROGA, F, História da História em Portugal, Lisboa: Estampa, 1998

E-learning.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

São úteis conhecimentos de francês e inglês.