Técnicas de Expressão e Comunicação II
Código: 51070
Departamento: DH
ECTS: 6
Área científica: Ciências da Comunicação
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 24

Conjuntamente com Técnicas de Expressão e Comunicação I, nesta unidade curricular, propõe-se um conjunto de reflexões e de práticas discursivas acerca da comunicação em contexto académico. O principal objetivo consiste em promover a melhoria de diversas competências de expressão escrita dos estudantes no ensino superior.
Os conteúdos programados incidem nas fases do processo de produção textual (planificação, redação e revisão), em tarefas que os estudantes são frequentemente solicitados a realizar nos textos que escrevem (expor, argumentar, comentar) e em procedimentos comuns neste nível de ensino (como documentar, citar e referenciar).
A unidade curricular é de natureza eminentemente teórico-prática: após uma fase inicial de estudo e de debate sobre os conteúdos propostos, segue-se uma fase de práticas de escrita, na qual esses conteúdos são aplicados pelos estudantes à sua produção textual. A metodologia adotada prevê que os textos sejam objeto de análise e comentário nos fóruns disponibilizados em cada tema.

Literacia académica
Planificação da expressão escrita
Composição textual
Mecanismos estilístico-fraseológicos

Ao concluir com sucesso esta unidade curricular, o estudante deverá ter desenvolvido competências para:
• escrever textos em conformidade com as três fases inerentes ao processo de escrita (planificação, redação e revisão);
• produzir textos de natureza diversa adequados a temas e a objetivos específicos (exposição de conteúdos, debate de ideias e comentário de um outro texto);
• adotar procedimentos corretos de citação e referenciação.


• Fases do processo de escrita (planificação, redação, revisão);
• Texto expositivo, texto argumentativo e comentário de texto;
• Citação e referenciação bibliográfica.

Silva, P. N. (2020). Manual de Técnicas de Expressão e Comunicação. Lisboa: Universidade Aberta. DOI: https://doi.org/10.34627/279s-0397
Candlin, Ch. N., Crompton, P., & Hatim, B. (2016). Academic writing step by step. A research-based approach. Sheffield/Bristol: Equinox.
SBIDM (2015a). APA 6th. Citar e referenciar: Estilo bibliográfico APA 6th. Aveiro: Universidade de Aveiro.
SBIDM (2015b). NP 405. Citar e referenciar: Norma portuguesa – NP 405. Aveiro: Universidade de Aveiro.
Swales, J., & Feak, Ch. B. (2012). Academic writing for graduate students. Essential tasks and skills, 3rd ed. Ann Arbour: University of Michigan Press.

E-learning

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.