Sociologia Urbana
Código: 41066
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: Sociologia
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

Esta unidade curricular tem como principal objectivo situar o estudo dos fenómenos urbanos numa perspetiva sociológica, visando a identificação dos processos de urbanização e de urbanidade ocorridos ao longo dos tempos. Pretende-se, sobretudo, fornecer uma visão alargada das principais perspectivas teóricas e debates que têm configurado os estudos sociológicos sobre a evolução da realidade urbana. Ao enquadrar, em particular, a análise das cidades no debate contemporâneo sobre a modernidade é sublinhada a relação multidimensional entre a experiência urbana e as novas dinâmicas sociais, económicas, políticas e culturais na era da globalização. Esta unidade curricular procura, ainda, fornecer aos estudantes múltiplas pistas de análise crítica sobre governação urbana e cidadania.

Urbanização
Urbanidade
Planeamento Urbano
Governação Urbana e Cidadania

1. Perspetivar a evolução dos fenómenos urbanos no quadro da análise sociológica.
2. Compreender as diferentes perspetivas e correntes teóricas que têm configurado os estudos urbanos na modernidade.
3. Identificar os principais padrões de urbanização e de urbanidade no mundo contemporâneo;
4. Refletir de forma crítica sobre as novas formas de governação e de  planeamento urbanos na era da globalização.
 

I. Introdução. Sociologia Urbana e o seu âmbito disciplinar
II. As Origens e o Desenvolvimento das Cidades
III. Sociologia Urbana. Perspetivas Teóricas
IV. Metrópoles e Processos de Urbanização no Mundo Contemporâneo
V. Cidades, Sociedade e Cultura
VI. Governação Urbana e Globalização
 

Textos selecionados da bibliografia obrigatória:
Horta, Ana Paula Beja (coord.), 2011, Sociologia Urbana. Lisboa: Universidade Aberta (2ª edição).
Harvey, David, 2014, Cidades Rebeldes. Do Direito à Cidade à Revolução Urbana. São Paulo: Martins Fontes.
Wood, Phil, Charles Landry, 2008, The Intercultural City. Planning for Diversity Advantage, London: Earthscan.

Disponibilização online na turma virtual de bibliografia adicional e de webografia.

E-learning.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

Os estudantes devem possuir o acesso a um computador com ligação à internet, bem como competências no uso da internet e da plataforma Moodle. É, igualmente, necessário que os estudantes possuam conhecimentos da língua inglesa.