Psicologia do Desenvolvimento
Código: 11032
Departamento: DEED
ECTS: 6
Área científica: Psicologia
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

Os temas trabalhados ao longo da UC fornecem um enquadramento teórico de base para o desenvolvimento de conhecimentos e competências na área da Educação, e que permite discutir as perspetivas mais marcantes da psicologia do desenvolvimento, relacionando-as com a prática educativa. Estas análises, com enfoque no desenvolvimento cognitivo, afetivo e sociomoral, entendido em contexto, permitirá aos licenciados em Educação identificar características, necessidades e percursos de desenvolvimento de cada grupo etário, e consequentemente planear ações educativas ajustadas e que respondam às necessidades do público-alvo. Estes conhecimentos, a par do enfoque numa perspetiva crítica, permitirão assim questionar situações e comportamentos de acordo com os diferentes ciclos de desenvolvimento.

Desenvolvimento Psicológico
Ciclo de desenvolvimento
Modelos e Teorias do desenvolvimento
Teorias implícitas

No final do percurso de aprendizagem, o estudante deverá ser capaz de:
Competências básicas e transversais:
a) Agregar, analisar e interpretar informações sobre questões educativas e sociais;
b) Dominar linguagens especializadas no domínio da Educação;
Competências específicas:
c) Compreender, concetualizar e investigar fenómenos educativos;
d) Compreender os processos de desenvolvimento e aprendizagem de indivíduos e grupos ao longo da vida;
e) Adequar a intervenção educativa e formativa a diversos contextos, problemáticas e populações-alvo.
 

Tema 1 - Psicologia do Desenvolvimento e Teorias do Desenvolvimento
Tema 2 - Desenvolvimento da Criança
Tema 3 - Desenvolvimento do Adolescente
Tema 4 - Desenvolvimento do Adulto e do Idoso

Cavanaugh, J. & Blanchard-Fields, F. (2017). Adult development and aging (8th Edition). UK: Cengage Learning Custom Publishing.
Collins, W.A. & Sprinthall, N.A. (1994). Psicologia do Adolescente: Uma abordagem desenvolvimentista. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
Damásio. A. (2017). A Estranha Ordem das Coisas: A vida, os sentimentos e as culturas humanas. Lisboa: Círculo de Leitores.
Dolle, J.-M. (2005). Para compreender Jean Piaget (2ª Edição). Lisboa: Instituto Piaget.
Lightfoot, C., Cole, M. & Cole, S.R. (2018). The Development of Children (8th Edition). NY City: Macmillan Publishers.
Kegan, R. & Lahey, L.L. (2016). An Everyone Culture: Becoming a Deliberately Developmental Organization. Harvard: Harvard University Press.
Marchand, H. (2001). Temas de Desenvolvimento Psicológico do Adulto e do Idoso. Coimbra: quarteto Editora.
 

E-learning

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.