Problemáticas Educativas Contemporâneas
Código: 12156
Departamento: DEED
ECTS: 7
Área científica: Ciências da Educação
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 24

Nesta unidade curricular pretende-se proporcionar uma reflexão crítica coletiva, fundamentada nos contributos teóricos e na experiência profissional dos estudantes, sobre problemáticas relacionadas com a educação e a escola de hoje, nomeadamente no que se refere ao papel de uma escola inclusiva respeitadora da diversidade dos alunos e promotora de uma cidadania ativa, a mediação de conflitos na escola e as problemáticas associadas a questões atuais relacionadas com a educação para o desenvolvimento sustentável.
Espera-se que o estudante tenha uma participação ativa nas atividades propostas, para que com as orientações dos docentes e colaborações com os colegas, possa vir a desenvolver competências necessárias para uma futura intervenção significativa no contexto escolar, nomeadamente nas áreas problemáticas que são abordadas na unidade curricular.
 

A unidade curricular está estruturada em torno de Três grandes Temas:
1. A Escola e a Diversidade dos Alunos
A necessidade de uma escola mais justa, que respeite a diversidade dos seus alunos quer a nível cognitivo, linguístico e sociocultural.
2. A Mediação na Gestão de Conflitos na Escola
A importância da mediação como estratégia alternativa da gestão de conflitos.
3. Educação para o Desenvolvimento Sustentável
A problemática do Desenvolvimento Sustentável tem uma relação direta e reconhecida com as questões educativas. As sociedades contemporâneas enfrentam problemas graves, que colocam em causa alguns dos modelos que temos vindo a defender.
 

Brisk,M. (1999) . " Diferencias en Estudiantes de Diversidad Linguistica e Cultural:Factores Principales". In Pedagogia Diferenciada:Da Exclusão à Inclusão Pedagógica. (org. de Lídia Grave), Universidade Aberta .pp.29-44.
Grave-Resendes, L. e Soares, J. (2002). Diferenciação Pedagógica. Universidade Aberta.
Grave.Resendes, Lídia (2004). “Mediação entre pares”, in Educação e Direitos Humanos, Conselho Nacional de Educação, Lisboa, Ministério da Educação, pp. 67-73
Amador, F. e Oliveira, C.P. (2013). “Integrating Sustainability into the University: Past, Present and Future” in Caeiro, S., Leal Filho, W., Jabbour, C. e Azeiteiro, U. (Eds.). Assessement Tools in Higher Education Instutitions. Mapping Trends and Good Practices Around the World, Springer, London, pp. 65-78.
Bonnett, M. (2013). Sustainable development, environmental education, and the significance of being in place. Curriculum Journal, 24 (2), 250-271.
 

E-learning

A avaliação tem caráter individual e implica a coexistência de duas modalidades: avaliação contínua (60%) e avaliação final (40%). Essa avaliação será desenvolvida na aplicação de formas diversificadas, definidas no Contrato de Aprendizagem da unidade curricular.