Pedagogia Social
Código: 11051
Departamento: DEED
ECTS: 6
Área científica: Ciências da Educação
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

Tendo em conta que os estudantes desta UC serão futuros responsáveis por implementar intervenções educativas, é essencial conhecerem a Pedagogia Social os seus princípios e fundamentos e as suas potencialidades como forma de intervenção em contextos sociais e educativos complexos. Desta forma, estarão reunidas as condições para reconhecerem a importância do papel do pedagogo como agente participativo na mudança de comportamentos e atitudes, bem como compreender o papel da Pedagogia Social como prática em contextos de intervenção. Haverá ainda oportunidade para explorarem as relações entre a Pedagogia Social e a Educação Social, nomeadamente a Pedagogia Social como forma de potenciar o reconhecimento de aprendizagens não formais. Pretende-se ainda promover as competências de análise e problematização dos estudantes através da análise de textos relevantes para estas temáticas e trabalhos de reflexão sobre as principais características, potencialidades e desafios da Pedagogia Social no mundo atual.
 

Pedagogia Social
Educação Social
Formação do Pedagogo Social
Inclusão Social

No final da UC o estudante deve ser capaz de:
‐ Situar a Pedagogia Social no quadro das Ciências da Educação.
‐ Aprofundar os fundamentos filosóficos, éticos e epistemológicos da Pedagogia Social.
‐ Justificar a intervenção socioeducativa tendo como base os fundamentos da Pedagogia Social
‐ Compreender a relação entre Educação Social e Pedagogia Social na complexidade dos contextos de intervenção;
‐ Analisar a Pedagogia Social e o seu papel na cooperação e intervenção em grupos socialmente heterogéneos.
 

1. A Origem da Pedagogia Social e a sua relação com as Ciências da Educação
- Origem da pedagogia social 
- A interseção entre o social e o educativo
- Conceções sobre Pedagogia Social
2. Fundamentos filosóficos éticos e epistemológicos da Pedagogia Social
- Fundamentos teóricos
- O Objeto de estudo da Pedagogia Social
- As questões éticas 
3. A Pedagogia Social como ciência e como prática de Intervenção
- A Pedagogia Social e a sua pluralidade de intervenções
- A Pedagogia Social e a educação não formal

Baptista, I. (2011). A animação Sociocultural e a Educação Social. In J. Pereira & M. Lopes (Coords.) As Fronteiras da Animação Sociocultural. Chaves:Intervenção
Gallardo, P., & Gallardo, J. (2011). Pedagogía Social. Sevilla: Warceulen Editorial.
Graciani, M. (2016). Pedagogia Social. São Paulo: Cortez Edições
Kornbeck, J. (2014). Social Pedagogy for the Entire Lifespan. Bremen: Europaischer Hochschulverlag GmbH & Co.
Stephens, P. (2013). Social Pedagogy: Heart and Head. Bremen: Europaischer Hochschulverlag GmbH & Co.
Soriano Diaz, A. (2009). Uma aproximação à Pedagogia- Educação Social. Revista Lusófona de Educação, 7(7). ISSN 1646-401X. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/rleducacao/article/view/801
 

E-learning

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.