Património Industrial em Portugal
Código: 31101
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: História
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

Esta unidade curricular explora o surgimento do património industrial bem como a sua especificidade. São ainda objetivos desta unidade curricular ministrar noções básicas das fontes, métodos de estudo e temáticas próprias do património industrial e as questões do seu inventário, salvaguarda e valorização em Portugal.

Património Cultural
Património Industrial
Arqueologia Industrial
Portugal

No final da unidade curricular, o estudante deve:
• Contextualizar o património industrial no quadro mais geral do património cultural;
• Identificar os principais campos que abarca;
• Reconhecer os métodos essenciais de abordagem do património industrial.

• Introdução ao Património Industrial: princípios e conceitos.
• A Arqueologia Industrial.
• Os inventários do Património Industrial.
• A valorização do Património Industrial.

Obrigatória:
J. Amado Mendes, Estudos do Património. Museus e Educação, Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2009.
Carta de Nizhny Tagil sobre o Património Industrial.
Não existindo em português um manual sobre a presente temática, os textos de leitura obrigatória serão disponibilizados no espaço online da unidade curricular.
NOTA: Ao longo do semestre podem ser aconselhadas leituras complementares.

E-learning.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

Os estudantes têm de ter acesso a um computador com ligação à Internet, ter um endereço de correio eletrónico e, desejavelmente, possuir literacia informática na perspetiva do utilizador.
Esta unidade curricular é lecionada em língua portuguesa.