Missionação no Império Português
Código: 31098
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: História
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

O império português constrói-se na confluência de vários interesses, ora agindo em conjugação, ora de forma antagónica. Nesta unidade pretendemos apresentar as linhas de força da evangelização cristã “ad gentes”, realçando não apenas os conflitos e os “pactos”, mas acima de tudo os vários princípios e ideais que norteiam o processo missionário, em territórios colonizados pelos portugueses.
O Padroado régio com tudo o que ele implica, bem como as várias querelas missionárias, entre Ordens religiosas e com a coroa ou o papado, revelam os interesses e as forças predominantes. Os fenómenos da aculturação e da inculturação serão percebidos no contexto da acção missionária, bem como as suas deficiências e as suas virtudes.

  1. Missionação
  2. Império
  3. Colonialismo
  4. Cristianização

• Analisar os fenómenos relacionados com a missionação e as suas consequências nos processos de colonização.
• Compreender o papel dos vários agentes da evangelização
• Discutir e avaliar o impacto dos fenómenos religiosos e culturais na história dos povos.

1. O dinamismo da Cristandade: contextos e pretextos.
2. Cristianismo e expansão europeia: agentes, métodos e problemáticas. Das missões régias à centralização romana. (sécs. XV-XVIII).
3. Do surto missionário oitocentista à problemática missionária contemporânea: indigenização da Igreja e criação de hierarquias autóctones; a inculturação do cristianismo.

AMORIM, Maria Adelina, Os Franciscanos no Maranhão e Grão-Pará, Lisboa, Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica, 2005.
BETHENCOURT, Francisco e CHAUDHURI, Kirti  (eds), História da Expansão, 5 vols., Lisboa, Círculo de Leitores,1998-1999.
COSTA, João Paulo Oliveira e, “A Diáspora Missionária” in História Religiosa de Portugal, vol. 2 - Humanismos e Reformas, coord. João Francisco Marques e António Camões Gouveia, Lisboa, Círculo de Leitores, 2000, p. 255-313
GONÇALVES, Nuno da Silva, “A dimensão missionária do catolicismo português” in História Religiosa de Portugal, vol. 3 – Religião e Secularização, coord. Manuel Clemente e António Matos Ferreira, Lisboa, Círculo de Leitores, 2002, p. 353- 397.
Missionação Portuguesa e Encontro de Culturas. Congresso Internacional de História. Actas, 4 volumes, Braga, Universidade Católica Portuguesa/Comissão Nacional para a Comemoração dos Descobrimentos Portugueses/Fundação Evangelização e Culturas, 1993.
São Francisco Xavier, Oriente, revista quadrimensal da Fundação Oriente, nº 13, Dezembro de 2005.
THOMAZ, Luís Filipe, De Ceuta a Timor, Lisboa, Difel, 1994

 

Esta unidade curricular é oferecida em regime de ensino online, através da utilização da plataforma Moodle, privilegiando-se a comunicação assíncrona.
Tendo como enquadramento do processo de ensino/aprendizagem uma permanente supervisão online, os alunos elaboram as tarefas propostas pelo docente, apresentando trabalhos, recensões críticas, relatórios, protocolos, etc., que serão objecto de avaliação e/ou classificação.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

Os estudantes têm de ter acesso a um computador com ligação à Internet, ter um endereço de correio electrónico e, desejavelmente, possuir literacia informática na perspectiva do utilizador.