Metodologia das Ciências Sociais: Métodos Qualitativos
Código: 41038
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: Sociologia
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

Esta unidade curricular visa proporcionar recursos cognitivos teórico-práticos sobre os processos de investigação social. Centra-se nas metodologias qualitativas de descrição, análise, compreensão e interpretação do social e do cultural enfatizando os seus princípios e debates teórico-metodológicos. Para isso explora a relação entre teoria e empiria no processo de investigação social, bem como a comparação dos diferentes métodos qualitativos e sua adequação à investigação num determinado contexto. São explorados os problemas da análise e interpretação da informação recolhida e produzida no processo de investigação, bem como as relações entre métodos qualitativos e quantitativos.

Metodologias das Ciências Sociais
Métodos e Técnicas de Investigação Social
Métodos Qualitativos

No final desta unidade curricular o/a estudante deverá ser capaz de:
- Analisar criticamente a importância e as características da investigação qualitativa.
- Distinguir as diferentes perspetivas de Investigação Qualitativa, seus pressupostos teóricos sobre o social e, a partir delas, poder decidir de forma fundamentada por um determinado método para desenvolver um estudo específico.
- Conhecer e identificar as principais questões que a prática da investigação qualitativa coloca.

1. O papel da teoria na investigação qualitativa
2. Métodos qualitativos
3. A prática da investigação – escolher um tema e um campo; preparar a pesquisa; conduzir a pesquisa; a entrada no terreno
4. O projeto de investigação em Ciências Sociais
5. Pesquisa documental
6.Técnicas de observação
7. As entrevistas e as dinâmicas de grupo
8. Do texto à teoria: Análise e interpretação de dados qualitativos
9. Sobre as relações entre métodos qualitativos e quantitativos
10. O relatório da pesquisa efetuada

Beaud, Stéphane; Weber, Florence (2007) Guia para a Pesquisa de Campo – produzir e analisar dados etnográficos, RJ, Editora Vozes
FLICK, U. Métodos Qualitativos na Investigação Científica, Lisboa: Monitor, 2005
CARMO, Hermano; FERREIRA, Manuela Malheiro; Metodologia da Investigação. Guia para Auto-aprendizagem; Lisboa: Universidade Aberta, 2008
QUIVY, Raymond ; VAN CAMPENHOUDT, Luc — Manual de investigação em Ciências Sociais. Lisboa: Gradiva, 1998.
LESSARD-HÉBERT, M.; GOYETTE, G. ; BOUTIN, G. —
Investigação qualitativa, fundamentos e práticas. Lisboa: Instituto Piaget, 1994.
Será facultada outra bibliografia na plataforma de E-learning
 
 

E-learning.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

É fundamental que os/as estudantes entrem logo na primeira semana do semestre na UC em:
www.moodle.univ-ab.pt/moodle/