Literatura e Outras Artes
Código: 52024
Departamento: DH
ECTS: 8
Área científica: Humanidades
Total de horas trabalho: 208
Total de horas de contacto: 44

Após uma breve introdução teórica o seminário Literatura e Outras Artes propõe a análise de motivos como o duplo (ou seja do Doppelgänger). A presença destes motivos em poemas, peças de teatro e romances da literatura mundial em diversas épocas demonstra a sua universalidade. Desde a antiguidade até à sua representação cinematográfica e na internet estes motivos tiveram funções importantes não só como elemento indispensável em comédias e contos de terror, mas também como figuração da alteridade e em processos de (re)constituição da personalidade, seja na literatura ou no cinema. O seminário pretende explorar o potencial estético destes motivos em vários géneros literários e cinematográficos.
Textos de crítica literária e sobre cinematografia (em português e inglês) possibilitarão ao estudante definir e enquadrar o fenómeno em termos estéticos e históricos.

Estudos Interartes
Literatura e Cinema
Literatura Comparada
Motivos Literários

Desenvolvimento das competências de leitura crítica, de sintetização de textos e da capacidade de análise literária e de filmes,
•Desenvolvimento das competências de exposição de conteúdos, de cruzamento e confronto de ideias e comentários críticos.
•Conhecimentos históricos e teóricos da literatura e do cinema, focando obras paradigmáticos e vários géneros.
•Compreender a utilização e função de um motivo literário em géneros diferentes e no meio cinematográfico.
•Distinguir épocas, estilos e abordagens diferentes relativamente ao motivo em questão.

Seguindo uma estrutura diacrónica, o seminário, pretende estimular um debate sobre obras emblemáticas da literatura e cinematografia mundiais que desenvolvem os motivos em questão. Este estudo prevê também excursões nos campos da música e da pintura incluindo obras de vários géneros, de autores como Plauto, Shakespeare, Chamisso, Andersen, Stevenson, Wilde, Pessoa, Lang, Murnau e Woody Allen, entre outros.

BÄR, G., “Perceptions of the Self as the Other: Double-Visions in Literature and Film”, in: SCHÖNFELD, C. with RASCHE, H., (org.), Processes of Transposition: German Literature and Film, Amsterdam, New Jersey: Rodopi, 2006, pp. 89-117.
BENJAMIN, W. (1985), Obras Escolhidas (vol. I): Magia e Técnica, Arte e Política, São Paulo: editora brasiliense.
BRUNEL, Pierre, Chevrel, Yves (org.) (2004). Compêndio de Literatura Comparada, trad. M.R. Monteiro, Lisboa: Gulbenkian.
BUESCU, H.,  Ferreira Duarte, J., Gusmão, M. (org.) (2001). Floresta Encantada, novos Caminhos da Literatura Comparada. Lisboa: Publicações Dom Quixote.
EISNER, L. (s.d.), O «Ecran Demoníaco», Lisboa: Editorial Aster.
MILLER, K. (1985), Doubles: Studies in Literary History, Oxford: Oxford University Press.
WEBBER, A. J. (1996), The Doppelgänger: double visions in German literature, Oxford, Clarendon Press.

E-learning

A avaliação tem caráter individual e implica a coexistência de duas modalidades: avaliação contínua (60%) e avaliação final (40%). Essa avaliação será desenvolvida na aplicação de formas diversificadas, definidas no Contrato de Aprendizagem da unidade curricular.