Linguística Educacional no Contexto do EaD
Código: 53010
Departamento: DH
ECTS: 15
Área científica: Linguística Portuguesa
Total de horas trabalho: 390
Total de horas de contacto: 60

A presente unidade curricular tem por objetivos centrais: (i) a análise da complementaridade linguística entre processos de ensino e de aprendizagem de línguas; (ii) a reflexão sobre a criação de um ambiente psicolinguístico ideal para aprendizagem da língua portuguesa (língua materna (LM) e não-materna (nM)) no contexto de ensino a distância; (iii) a interrelação dos estudos sobre a língua a que os aprendentes são expostos (input) e sua produção linguística (output) com a elaboração de materiais didáticos para o ensino e para a aprendizagem do Português (LM e LnM). Este trabalho será desenvolvido no âmbito do programa de 3º ciclo, tendo em consideração as necessidades dos professores de Português (LM e LnM) e de outros profissionais que revelem interesse por questões relacionadas com o ensino
e aprendizagem de línguas a distância.

Linguística, Linguística Educacional, Ensino a Distância

Pretende-se que, no final da presente Unidade Curricular, o estudante tenha adquirido as seguintes competências gerais:

  1. Adquirir conhecimentos no âmbito da área teórica e teórico metodológica em foco;
  2. Ler, avaliar, descrever e analisar o material teórico e metodológico apresentado na Bibliografia;
  3. Partilhar o seu conhecimento nos fóruns moderados da aula virtual em interação com os colegas e com a docente;
  4. Efetuar um pequeno trabalho de campo, recolhendo um corpus de dados linguísticos original e pertinente para a área em estudo;
  5. Descrever, analisar e discutir os dados linguísticos reunidos no corpus, em função do enquadramento teórico e metodológico escolhido para a unidade curricular;
  6. Formular corretamente objetivos e hipóteses de trabalho de campo, a fim de os discutir, depois de efetuada a análise dos dados linguísticos;
  7. Exprimir-se corretamente em Português com a fluência nativa, num estilo académico elaborado, demonstrando capacidade de argumentação e discussão correspondentes ao nível de ensino frequentado.

Pretende-se, igualmente, que o estudante tenha adquirido as seguintes competências específicas:

  1. Analisar e diagnosticar necessidades de aprendizagem do Português (Língua Materna e Língua Não-Materna);
  2. Avaliar, selecionar e adequar propostas programáticas de ensino;
  3. Refletir sobre ambientes de aprendizagem de língua a distância;
  4. Identificar, desenvolver e adequar recursos que promovam e estimulem a aprendizagem da língua;
  5. Desenvolver estratégias metodológicas dinamizadoras do ensino da Língua Portuguesa (Língua Materna e Língua Não-Materna) a distância.

Tema

  1. Linguística Educacional – fundamentação teórica; Tema
  2. Linguística Educacional para os falantes nativos e não nativos
    1. O papel da Linguística no contexto do Português Língua Materna (PLM) vs. Português Língua Não Materna (PLNM) Tema
  3. Linguística Educacional no contexto do Ensino a Distância

Bibliografia fundamental:

BATORÉO, Hanna Jakubowicz (2016). Recensão crítica de: Vyvyan Evans (2014). The Language Myth: Why language is not an instinct? Cambridge: Cambridge University Press. 2014. Págs. 304. ISBN 978-1-107-61975-3. In: Revista Linguística, Rio de Janeiro: UFRJ, vol. 12, n.º 1, janeiro/2016. 21-32. ISSN Versão Digital: 2238-975X | ISSN Versão Impressa: 1808-835X, Disponível em: http://www.revistalinguistica.letras.ufrj.br/index.php/revistalinguistica/issue/view/23/showToc.

Cátedra de Português: Língua Segunda e Estrangeira. Disponível em: http://www.catedraportugues.uem.mz/?__target__=bibliografia [Nota: ver as Bibliografias das diferentes subáreas].

DIAS, Helena Bárbara Marques (2008). Português Europeu Língua Não-Materna a Distância: (Per)Cursos de Iniciação Baseados em Tarefas, Doutoramento em Estudos Portugueses, Especialidade: Língua Portuguesa – Comunicação e Tecnologias, Lisboa: Universidade Aberta. (disponibilizado no Repositório Aberto da UAb: http://hdl.handle.net/10400.2/3281).

DUARTE, Inês (2008). Linguística Educacional: uma Aposta, a Formação de uma Comunidade, um Horizonte de Desafios. In: Fátima Oliveira & Isabel Margarida Duarte (org.) (2008). O Fascínio da Linguagem. Homenagem a Fernanda Irene Fonseca. Porto: Centro de Linguística da Universidade do Porto/ Faculdade de Letras da Universidade do Porto. ISBN: 978-972-8932-41-1. Disponível em: http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/6702.pdf.

DUARTE, Inês e Paula Mourão (org.) (2006). Ensino do Português para o século XXI, Lisboa: Colibri. ISBN: 972-772-667-4.

MATEUS, Maria Helena Mira et al. (org.) (2005-2008), Projecto Diversidade Linguística em Escola Portuguesa, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian. (CD1 – 2005, CD2 – 2006, Livro – 2008). Disponível em: ILTEC - Projecto Divling - Apresentação

SHARIFIAN, Farzad Gary B. Palmer 2007. Applied Cultural Linguistics. Implications for Second Language Learning and Intercultural Communication. Amsterdam/ Philadelphia: John Benjamins Publishing Company. SIM-SIM, Inês (1998) Desenvolvimento da Linguagem, Lisboa: Universidade Aberta.

 

Bibliografia complementar:

BAGÃO, Teresa (2015). Correio eletrónico: cortesia linguística em mudança? Palavras 2014/2015. N.ºs 46-47, Lisboa: APP, 39-54.

BATORÉO, Hanna Jakubowicz. (2009). De que forma o ensino de Português se deve adaptar às diferentes realidades nacionais? O caso de Timor, Estudos Linguísticos/ Linguistic Studies, nº 4, Lisboa: CLUNL, FCSH-UNL, Dezembro 2009, 51-61. ISSN 1647-0346. Disponível em: http://www.catedraportugues.uem.mz/?__target__=lista-bibliografia-timor-leste.

BATORÉO, Hanna Jakubowicz (2010). Ensinar Português no Enquadramento Poliglóssico de Timor-Leste. In: Palavras, nº 37, Lisboa: Associação de Professores de Português, Primavera 2010, 55-65. Disponível em: http://www.catedraportugues.uem.mz/?__target__=lista-bibliografia-timor-leste.

BATORÉO, Hanna Jakubowicz (2015). Competência metafórica e a Linguística Cultural: Exemplo de conceptualização das emoções em Chinês e na cultura ocidental. Revista Investigações v. 28, n. 2, Julho 2015. 1-28. Disponível em: http://www.repositorios.ufpe.br/revistas/index.php/INV/article/view/1695/1421. ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320.

BATORÉO, Hanna Jakubowicz. (2016a). The contact induced partial restructuring of the non-dominating variety of Portuguese in East Timor. In: Muhr, Rudolf, Eugênia Duarte, Amália Mendes, Carla Amóros Negre, Juan A. Thomas (eds.) (2016): Pluricentric Languages and non-dominant Varieties worldwide: Volume 2: The Pluricentricity of Portuguese and Spanish - New concepts and description. Frankfurt a.M./ Wien u.a., Peter Lang Verlag, 137-152. Repositório Aberto - registo: http://hdl.handle.net/10400.2/6233.

BATORÉO, Hanna Jakubowicz. (2016b). Que gramática temos para estudar o português língua pluricêntrica? In: José Teixeira (org.). O Português como língua num mundo global: Problemas e potencialidades. Braga: Centro de Estudos Lusíadas da Universidade do Minho, Edições Humus, Lda., 85-102. [Versão atualizada do artigo “Que gramática(s) temos para estudar o Português língua pluricêntrica?”, Diadorim – Revista de Estudos Linguísticos e Literários – do Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Brazil), 2015, volume 16, 1-15. Disponível em: http://www.revistadiadorim.letras.ufrj.br/index.php/revistadiadorim/issue/view/17] Repositório Aberto - registo: http://hdl.handle.net/10400.2/6235.

BATORÉO, Hanna Jakubowicz. (2016c) Gramáticas de costas voltadas: Que futuro para o ensino do Português como língua pluricêntrica a falantes não-nativos (PLNM)? In: B. Hlibowicka-Weglarz, J. Wisniewska & E. Jablonka (2016). Língua Portuguesa: Unidade e Diversidade. Lublin: Editora da Universidade Marie Curie-Sklodowska. Vol. I, 93-108. ISBN: 978-83-7784-913-2. Repositório Aberto - registo: http://hdl.handle.net/10400.2/6232.

BATORÉO, Hanna (2017). Tipologia do espaço e tipologia das línguas na Linguística cognitiva: proposta de Leonard Talmy. In: P. T. Alvaro e L. Ferrari, eds., Linguística Cognitiva: pensamento, linguagem e cultura. Vol. I. 1.ª ed. Campos dos Goytacazes: Brasil Multicultural, pp. 136-177. ISBN 978-85-5635-013-8. Repositório Aberto - registo: http://hdl.handle.net/10400.2/9333.

Batoréo, Hanna (2018a). Aquisição / aprendizagem da competência metafórica no contexto do Português Língua Não Materna: importância da reestruturação conceptual na expressão de emoções e valores. In: H. Barroso, coord., O Português na Casa do Mundo, Hoje. 1.ª ed. Braga: Editora Húmus, pp.53-80. ISBN 978-989-755-348-6. Repositório Aberto - registo: http://hdl.handle.net/10400.2/9324.

BATORÉO, Hanna Jakubowicz (2018b). Metaphorical Competence in Multilingual Context of Language Acquisition and Learning. In: Psychology of Language and Communication Special issue: In Honor of Professor Barbara Bokus - Developmental Psycholinguistics: Old Questions, New Answers [n.d.]. ISSN 2083-8506. DOI: 10.2478/plc-2018-0024. Disponível em: https://content.sciendo.com/view/journals/plc/22/1/article-p534.xml Repositório Aberto - registo: http://hdl.handle.net/10400.2/9334.

BATORÉO, Hanna Jakubowicz e Margarida CASADINHO. (2009). O Português – uma língua pluricêntrica: O Caso de Timor-Leste. Revista Portuguesa de Humanidades, Estudos Linguísticos, 13 – 1, Braga: Universidade Católica Portuguesa, 63-79.

BATORÉO, Hanna Jakubowicz, Nuno ALMEIDA & Soraia LOURENÇO (2015). Aspetos da Realidade do Português como Língua Oficial em Timor-Leste: uma reflexão dez anos depois da independência. In: Osório, Paulo e Fernanda de Sousa Bertinetti. Teorias e Usos Linguísticos. Aplicações ao Português Língua Não Materna. Lisboa: Lidel, 335-358. ISBN 978-989-752-041-9. Repositório Aberto: http://hdl.handle.net/10400.2/9349.

FARNEDA, Eliete Sampaio & Jo-Anne S. Ferreira (2016). Português Língua de Herança: um Estudo da Tentativa da Manutenção de uma Língua Praticamente Extinta, em Trinidad e Tobago. In: Maria Luisa Ortiz Alvarez e Luís Gonçalves. O Mundo do Português e o Português no Mundo afora: Especificidades, Implicações e Ações. São Paulo: Pontes, 2016.

LEIRA, Isabel (2006) Léxico: Aquisição e Ensino do Português Europeu Língua não-materna, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian e FCT Dissertação de doutoramento, Lisboa: FLUL, 2001.

MOTA, Maria Antónia (1996). Línguas em Contacto. In: Isabel H. Faria et al. (org.) (1996) Introdução à Linguística Geral e Portuguesa, Lisboa: Editorial Caminho, 505-534.

SILVA, Augusto Soares da et al. (org.) (2011). Línguas pluricêntricas: Variação linguística e Dimensões Sociocognitivas. Braga: Publicações da Faculdade de Filosofia, Universidade Católica Portuguesa.

SILVA, Maria da Luz Santos e Hanna Jakubowicz BATORÉO. (2015). Aquisição e aprendizagem da morfologia e morfossintaxe verbal pelos falantes de herança das comunidades imigrantes na Suíça. In: Osório, Paulo e Fernanda de Sousa Bertinetti (eds.). Teorias e Usos Linguísticos. Aplicações ao Português Língua Não Materna. Lisboa: Lidel, 55-68. ISBN 978-989-752-041-9. Repositório Aberto: http://hdl.handle.net/10400.2/9348.

SWIATKIEWICZ, Teresa Fernandes & Hanna J. BATORÉO (2015). Como traduzir a ordem das palavras na frase? Estudo interlinguístico sobre a topicalização do complemento direto na tradução polaco-português. Diacrítica, 29/1. Estudos Humanísticos, Série Ciências da Linguagem, Universidade do Minho, Braga (Portugal), 5-26. ISSN: 0807-8967. Repositório Aberto - registo: http://hdl.handle.net/10400.2/9326.

TAVARES, Amélia, E.A. (2016). (Re)contando histórias na era digital: as potencialidades pedagógico-didácticas das metáforas multimédia no ensino e aprendizagem de Português em ambiente virtual. Palavras. N.ºs 48/49, outono 2015/ Primavera 2016, Lisboa: APP, 49-66.

Nota: Consultar as dissertações e teses da área de Linguística orientadas por Prof.ª Doutora Hanna Batoréo e depositadas no Repositório Aberto da UAb: http://repositorioaberto.uab.pt/.

 

Bibliografia sobre Aprendizagem de Língua e tecnologias:

DAVIES, Graham (2010). Information and Communications Technology and Modern Foreign Languages in the National Curriculum: some personal views. Disponível em: http://www.camsoftpartners.co.uk/ictmfl.htm.

DAVIES, Graham (ed.) (2012). Informationand Communications Technology for Language Teachers (ICT4LT), Slough: Thames Valley University [online]. Disponível em: http://www.ict4lt.org/en/index.htm.

DIAS, Helena Bárbara Marques (2010). Comunicação e cognição no ensino de línguas a distância: Das tecnologias multimédia à criação de ambientes de aprendizagem. Actas do I Congresso sobre Comunicação, Cognição e Media. Braga: Univ. Católica. 455-468. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/2720.

DIAS, Helena Bárbara Marques & Bidarra, J. (2010). Inovar a Apendizagem do Português L2: Novos Media Digitais e o Desenvolvimento de Tarefas. Braga: TicLínguas 1 Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/2716.

ELLIS, Rod (2003). Task-Based Language Learning and Teaching. Cambridge: Cambridge University Press.

FARIA, Paulo (2008). Integração Curricular das Tecnologias Educativas no Ensino da Língua Portuguesa: um blogue para desenvolver a leitura e a escrita. Educação, Formação & Tecnologias. [Em linha]. Vol. 1 (2) (Nov. 2008). p. 11-20.

FLORES, Paula A. Q.; ESCOLA, Joaquim J. (2008). As novas tecnologias de informação e de comunicação no desenvolvimento da língua materna. Casa da Leitura. Disponível em: http://195.23.38.178/casadaleitura/portalbeta/bo/documentos/ot_novas_tecnologias_informacao_comunicacao_c.pdf.

GALINHA, Sónia A., CANEZ, Cristina N. (2010). Psicologia e educação multimédia: inovação e conhecimento na formação e aprendizagem com os recursos tecnológicos. Psicologia. Com. Pt. Disponível em: http://www.psicologia.com.pt/artigos/textos/A0518.pdf.

HASAN & HOON (2013). Podcast Applications in Language Learning: A review of Recent Studies. English Language Teaching. Vol 6, 2. 128-135. Disponível em: http://www.ccsenet.org/journal/index.php/elt/article/view/23820.

NUNAN, D. (2004). Task-Based Language Teaching. Cambridge: CUP.

MIRANDA, G.L. (2007) Limites e possibilidades das TIC na educação. Sísifo. Rev. de Ciências da Educação, 3. 41-50.

MOURA, A. (2010). Da web 2.0 à web 2.0 móvel: Implicações e potencialidades na educação. Limite. Vol. 1 (2) pp 81-104.

MOURA, A. (2010). Apropriação do telemóvel como Ferramenta em Mobile Learning: Estudos de caso em contexto educativo. Tese de Doutoramento. Braga: Universidade de Minho, Instituto de Educação. Disponível em: http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/13183/1/Tese%20Integral.pdf.

MOURA, A. (2011). Projectos de Aprendizagem com a web2.0. Lisboa: CVC. Disponível em: http://cvc.instituto-camoes.pt/conhecer/biblioteca-digital-camoes/explorar-por-autor.html?aut=2397.

TAVARES, Clara Ferrão & Barbeiro, Luís (2008) TIC - Implicações e potencialidades para a leitura e a escrita. Intercompreensão - Revista Didáctica das Línguas, 14. 129-157.

TAVARES, Clara Ferrão & Barbeiro, Luís (2011). As implicações das TIC no ensino da língua. Lisboa: Ministério da Educação - DGIDC. Disponível em Layout 1 (mec.pt).

SANGRÀ, Albert; WHEELER, Steve (2013). «Nuevas formas de aprendizaje informales: ¿O estamos formalizando lo informal?». En: «La informalización de la educación» [monográfico en línea]. Revista de Universidad y Sociedad del Conocimiento (RUSC). Vol. 10, n.º 1, págs. 107-115. UOC. Disponível em: http://rusc.uoc.edu/ojs/index.php/rusc/article/view/v10n1-sangra-wheeler/v10n1-sangrawheeler- es>. Teia da Língua Portuguesa: Caça ao tesouro. Disponível em: http://www.teiaportuguesa.com/cacaaotesourolusofonia/index.htm.

 

Bibliografia apenas para CONSULTA:

Obras de Referência na área da Língua Portuguesa: gramáticas, dicionários, etc. (entre parênteses encontra-se indicado o nome pelo qual a obra é conhecida).

E-learning.

Ao longo da UC os estudantes deverão apresentar três trabalhos escritos a que está prevista a avaliação total de 20 valores:

Opcional