Leitura em Ambientes Digitais
Código: 11073
Departamento: DEED
ECTS: 6
Área científica: Ciências da Educação
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

A sociedade atual e seus desafios requerem cidadãos com competências inerentes à leitura digital. Um insuficiente domínio da leitura nesta área condiciona todas as outras aprendizagens digitais que inibem o desempenho em várias atividades. Neste sentido, compreender os processos que envolvem a leitura, em geral, e a leitura digital, em particular, constituem passos fundamentais para uma atuação consistente nos mais variados contextos, designadamente os contextos educacionais. A perspetiva seguida nesta UC articula aspetos de caráter sociológico com aspetos de natureza educativa e pedagógica.

Espera-se que, no final da unidade curricular, os estudantes sejam capazes de:

  • Analisar os processos inerentes à mudança de paradigma ocorrida no século XXI, resultante da permanente oferta de recursos em suporte digital e os seus impactos a nível da leitura.
  • Debater as implicações das crescentes práticas de leitura digital, na vida quotidiana e em contextos educacionais.
  • Contribuir para a eficácia nas práticas de leitura digital, através da divulgação de políticas, projetos e atividades desenvolvidos em diferentes contextos nacionais e internacionais.

A UC organiza-se em torno de 3 grandes temas:

  • A leitura e os recursos digitais
  • A leitura digital em contextos educativos
  • Leitura e escrita na WEB

Cardoso, Gustavo (org.) (2014). O Livro, o Leitor e a Leitura Digital, ISCTE, Relatório de Projeto. https://www.researchgate.net/publication/301789124
CERLALC (2020). Lectura en Papel vs Lectura en Pantalla. Centro Regional para el Fomento del Libro em América Latina y el Caribe / UNESCO.
Nielsen, J. (2011). Mobile Content Is Twice as Difficult. In Nielsen Norman Group. Consultado em Abril, 2014, em http://www.nngroup.com/articles/mobile-content-is-twice-as-difficult/
ORE (2014). Por uma utilização criteriosa dos recursos digitais em contextos educativos. Um balanço de investigações recentes. ORE – Observatório dos Recursos Educativos.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.