Código: 61023
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: Gestão
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

– A unidade curricular Investimentos Financeiros é dedicada à seleção de carteiras de ativos, aos modelos de equilíbrio do mercado de capitais e à valorização de ativos financeiros. Após a aprovação nesta unidade curricular, o estudante deverá ser capaz de selecionar uma carteira de ativos, de aplicar modelos de equilíbrio do mercado de capitais e de proceder à valorização de obrigações, ações e opções.

Rendibilidade
Risco
Valorização
Escolha

Depois da aprovação nesta unidade curricular, o estudante deverá ser capaz de selecionar uma carteira de ativos, de aplicar modelos de equilíbrio do mercado de capitais e de proceder à valorização de obrigações, ações e opções.

Mercados e investimentos financeiros
Títulos de rendimento fixo
Teorias da carteira e modelos de equilíbrio
Títulos de rendimento variável


 

Obrigatória
• Investimentos Financeiros – Teoria e prática. António Freitas Miguel, João Pedro Nunes, Luís Oliveira, Rui Alpalhão, João Miguel Lourenço, Miguel Almeida Ferreira, Daniel Pimentel, António Gomes Mota e Clementina Dâmaso Barroso. Sílabo, 3ª Edição revista e aumentada, 2019.
Adicional
• Mercados e Investimentos Financeiros. Cesaltina Pires, Escolar Editora, 3.ª edição, 2013.
• Risco Financeiro - Medida e Gestão. Carlos Pinho, Ricardo Valente, Mara Madaleno e Elisabete Vieira. Sílabo. 2012.

E-learning.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

Competências na ótica do utilizador: Folha de Cálculo
Os textos base estão escritos em Português, sendo desejável que o aluno tenha domínio da língua inglesa para poder utilizar livros e textos complementares.