Introdução à Ética e Cidadania Ambiental
Código: 21069
Departamento: DCET
ECTS: 6
Área científica: Ciências e Tecnologias do Ambiente
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 26

A unidade curricular de Introdução à Ética e Cidadania Ambiental tem como principal objectivo apresentar as diferentes correntes de ética ambiental existentes e como esses conhecimentos podem servir de base a uma promoção de uma cidadania activa e informada e responsabilizada para com o ambiente.

  1. Correntes de Ética Ambiental
  2. Cidadania Ambiental Responsável

1. Adquire conhecimentos sobre as diferentes correntes da ética ambiental;
2. Integra informação proveniente dessas várias correntes da ética ambiental de forma a ajudar em decisões complexas relacionadas com o ambiente;
3. Percebe o contributo que diferentes pessoas fornecem para assuntos ambientais;
4. Promove uma cidadania ambiental mais activa e responsável.

Pode-se referir que todas as controvérsias ambientais incluem dilemas éticos. Por exemplo como podemos escolher entre a necessidade de desenvolvimento e a preservação de áreas naturais? Devemos estar preparados para sacrificar alguns dos nossos confortos quotidianos para permitir uma protecção ambiental no futuro? Como devemos desenvolver um sistema justo de controlo da emissão de gases com efeito de estufa? Esta unidade curricular tem como principal objectivo abordar os conhecimentos básicos essenciais à promoção do debate sobre o conjunto de princípios morais e éticos que orientem a resolução de controvérsias e conflitos ambientais com que nos deparamos constantemente, bem como à promoção de uma cidadania activa e informada, comprometida com a implementação da sustentabilidade e responsabilizada para com o ambiente. Numa primeira parte abordam-se conceitos inerentes a esta unidade curricular: o valor intrínseco e as gerações futuras. Numa segunda parte abordam-se as diferentes correntes da ética ambiental - antropocentrismo, utilitarismo, pragmatismo ambiental, ética da virtude do ambiente, animais não humanos, biocentrismo, ética da terra, ecologia profunda e ecofeminismo. Numa terceira parte abordam-se as questões inerentes à cidadania ambiental, em particular sobre o conhecimento das questões ambientais e sua operacionalização para uma acção ambientalmente responsável.

Manual de Ética Ambiental da Universidade Aberta (nº 311), autoras Sofia Guedes Vaz e Ângela Delfino.
Material a disponibilizar na plataforma de e-learning.

E-learning.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

Alguns materiais de apoio poderão estar em Inglês.