História de Portugal Medieval
Código: 31051
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: História
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

  1. Idade Média
  2. Organização dos Poderes
  3. Estrutura Social
  4. Portugal

• Domínio dos conceitos chave de interpretação da época medieval portuguesa.
• Conhecimento estruturado dos quadros económicos, sociais, políticos, mentais e culturais da Idade Média portuguesa.
• Capacidade de analisar criticamente fontes (publicadas) da Idade Média portuguesa.

I. 1096-1325
1. As estruturas de organização sócio-política do reino: senhorios e concelhos (definição e mutações)
2. A estruturação do poder da coroa e a relação com outros poderes territoriais
II. 1325-1480
1. As estruturas sociais e económicas:
1.1 O território, os recursos naturais, a base demográfica e as tecnologias;
1.2 Os grupos sociais e o sustentáculo económico
2. Os poderes: coroa, senhorios, concelhos

FREITAS, Judite Antonieta Gonçalves de - O estado em Portugal. Séculos XII.XVI: Modernidades Medievais. Lisboa: ALETHEIA. 2012.

História de Portugal. José Mattoso (dir). vol. II. A Monarquia Feudal (1096-1480). José Mattoso (coord.). Lisboa: Círculo de Leitores, 1993.

História de Portugal. Rui Ramos (coord.). Lisboa: A Esfera dos Livros, 2009.

Portugal em Definição de Fronteiras (1096-1325). Do Condado Portucalense à Crise do Século XIV. Maria Helena da Cruz Coelho; Armando Luís de Carvalho Homem (coord.). vol. IV. Nova História de Portugal. Joel Serrão; A. H. de Oliveira Marques (dir). Lisboa: Editorial Presença, 1987.
 
MARQUES, A. H - Portugal na Crise dos Séculos XIV e XV. vol. III. Nova História de Portugal. Joel Serrão; A. H. de Oliveira Marques (dir). Lisboa: Editorial Presença, 1996.

(outros materiais de aprendizagem serão disponibilizados aos estudantes ao longo do semestre)

E-learning.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.