História das Ideias
Código: 51148
Departamento: DH
ECTS: 6
Área científica: Filosofia
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

A Unidade Curricular oferece uma visão panorâmica da História das Ideias, centrando-se basicamente nas matrizes culturais das tradições greco-romana e judaico-cristã, relevantes para o entendimento do desenvolvimento das ideias e mentalidades do mundo europeu (ocidental). Além de uma parte introdutória, estruturámos o estudo da História das Ideias por cinco tópicos principais que continuam a marcar a nossa vida contemporânea. Contudo, não se pretende seguir um discurso historiográfico no sentido estrito do termo, optando-se por uma aproximação às temáticas selecionadas, capaz de refletir melhor a interconexão ou a interdependência entre textos e contextos. Ao considerar que não existem fronteiras rígidas, as leituras feitas num determinado tema podem, assim, também servir como referência importante ao estudo de outro tema.

  • Europa
  • História das Ideias
  • Razão / Religião
  • Modernidade / Secularização

Objetivos de aprendizagem e competências a desenvolver. Em termos de conteúdo, o estudante deverá:

  • adquirir conhecimentos genéricos e específicos sobre a produção e a vigência das ideias no espaço europeu dentro de um contexto sociocultural específico;
  • compreender a interligação entre o desenvolvimento de conceitos teóricos e determinadas ocorrências históricas e culturais;
  • desenvolver a capacidade de uma leitura crítica de fontes documentais;
  • conseguir recolher, selecionar e interpretar dados relevantes para a análise de fenómenos ou de temas culturais e de certas ideias;
  • conseguir confrontar pontos de vista diversos sobre os mesmos fenómenos históricos e culturais.

  • História das Ideias vs. Análise do Discurso
  • Do Politeísmo ao Monoteísmo
  • Razão e Religião
  • Humanismo Renascentista e Reforma
  • Iluminismo
  • Modernidade

Bibliografia Obrigatória:

  • Em cada tópico são disponibilizados online os textos e artigos académicos mais recentes e mais adequados
  • Foucault, Michel (1971/1996), A Ordem do Discurso. Edições Loyola
  • Skinner, Quentin (2017), "Significado e Interpretação na História das Ideias." Revista Tempo e Argumento 9/20, (358-399).

Bibliografia Complementar:

  • Jay, Martin (2022). Genesis and Validity: The Theory and Practice of Intellectual History. University of Pennsylvania Press.
  • Turner, Frank M. (2016), European Intellectual History from Rousseau to Nietzsche. Yale University Press

E-learning

A avaliação contínua é o regime de avaliação preferencial, constituída pela realização de 2 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e por um momento final de avaliação presencial (p-fólio), no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar por um único momento de avaliação, presencial, realizando, então, uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

O conhecimento de inglês (leitura) é vantajoso.