História da Idade Moderna (Cultura e Mentalidades)
Cursos:
Código: 31042
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: História
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

Pretende-se nesta unidade curricular que o estudante compreenda alguns dos grandes quadros explicativos das transformações culturais que caracterizaram a sociedade portuguesa desde a sua formação até à contemporaneidade. Partindo de conceitos nucleares como a ideia de cultura ou de intelectual e da sua construção em diferentes contextos históricos os estudantes deverão desvendar as mutações que, seja no campo da cultura, seja no campo das mentalidades, a sociedade portuguesa foi sofrendo ao longo dos séculos.

Tendo em atenção um “tempo longo” os estudantes deverão:
• Conhecer a cultura política, desde a formação dos seus agentes e práticas, discursos e espaços de representação;
• Explicitar as conjunturas artísticas e as mutações do gosto, os movimentos culturais e geracionais, os círculos produtores e propagadores de conhecimento, a produção e recepção de novos ideários;
• Esboçar vectores explicativos de vários contextos epocais que caracterizem exemplarmente o passado;
• Desenvolver o espírito crítico através da percepção do modo como se construiu a ideia de cultura ou de intelectual;
• Promover a apreensão dos vários contextos culturais que caracterizaram ao longo dos séculos a identidade da sociedade portuguesa.

1 - Da noção de cultura e de intelectual: estruturações, contextos e historicidade
2 - Em torno da respublica e de uma cultura de corte: imagens e mutações
3 - Do Portugal do Renascimento: movimentos, agentes e instituições
4 - Do Portugal do Concílio de Trento e do Barroco: reflexões sobre várias formas de expressão artística
5 - Do Portugal das Luzes ao Portugal Romântico: discursos de permanência e discursos de mudança

Mattoso, José (dir.), História de Portugal, 8 vols, Lisboa, Círculo dos Leitores, 1993.
Medina, João (dir.), História de Portugal dos tempos pré-históricos aos nossos dias, 15 vols, Alfragide, Clube Internacional do Livro, 1994.
Serrão, Joaquim Veríssimo, História de Portugal, 10 vols, Lisboa, Editorial Verbo, 1978.
Tavares, Maria José Ferro (coord.), Sociedade e Cultura Portuguesas 2, Lisboa, Universidade Aberta, 1990.

Esta unidade curricular é oferecida em regime de ensino online, através da utilização da plataforma Moodle, privilegiando-se a comunicação assíncrona.
Tendo como enquadramento do processo de ensino/aprendizagem uma permanente supervisão online, os alunos elaboram as tarefas propostas pelo docente, apresentando trabalhos, recensões críticas, relatórios, protocolos, etc., que serão objecto de avaliação e/ou classificação.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre lectivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respectivamente, 40% e 60% na classificação final.
Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

Recomenda-se que os estudantes tenham acesso a um computador com ligação à Internet e endereço de correio electrónico.
Esta unidade curricular é leccionada em língua portuguesa.
O trabalho somativo é disponibilizado na plataforma de e-learning, devendo os estudantes que ainda não se inscreveram na plataforma, proceder a essa inscrição. Para este efeito, os estudantes devem aguardar o envio, pela Equipa de Coordenação do Curso de História, de uma Circular com normas detalhadas sobre esse processo.