História da Arte Portuguesa I
Código: 31028
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: História da Arte
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

A presente unidade curricular procurará explanar as temáticas primordiais para a compreensão do fenómeno artístico durante a Idade Média, o Renascimento e o Maneirismo. A caracterização das obras de arte mais relevantes, bem como os artistas que as conceberam, além da conjuntura sócio-cultural que envolveu tal atividade, assumirá papel de destaque no sentido do conhecimento das linhas essenciais definidoras da paisagem artística portuguesa entre os séculos XII a XVI. Será privilegiado o estudo da arquitetura, escultura e pintura, considerando que existe uma unidade curricular específica para as Artes Decorativas.

  1. Românico
  2. Gótico
  3. Renascimento
  4. Maneirismo

• Saber ler e interpretar o monumento ou o objeto artístico, situando-o no espaço e no tempo;
• Reconhecer as principais tendências artísticas verificadas em Portugal entre os séculos XII a XVI;
• Saber caracterizar a obra de arte de cada um dos períodos artísticos na sua dimensão histórica e estética.

1 - Breve introdução ao estudo da História da Arte Portuguesa I

2 - O Românico e o Gótico: Arquitetura religiosa: construções episcopais e paroquiais; Arquitetura militar e civil; A Escultura: decoração e devoção; Escultura funerária; Pintura e Iluminura;

3 - O Renascimento: O Manuelino: problemas da arquitetura portuguesa entre o tardo-gótico e o Renascimento; O triunfo do Classicismo; A Escultura: Flandres vs Itália; A Imaginária; Escultura retabular; Escultura funerária; A talha quinhentista; A pintura de Corte; As oficinas regionais;

4 - O Maneirismo: Maneirismo e Estilo-Chão; A Prima Maniera italiana; As gerações de pintores maneiristas; Iluminura: do Manuelino ao Maneirismo.

PEREIRA, Paulo, Arte Portuguesa- História essencial, Lisboa, Temas e Debates, 2011. (leitura obrigatória) [caps.6-11]
- será indicada outra bibliografia ao longo do semester em sala de aula virtual

E-learning.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

Os estudantes têm de ter acesso a um computador com ligação à Internet, ter um endereço de correio eletrónico e, desejavelmente, possuir literacia informática na perspetiva do utilizador. Os estudantes deverão possuir/ter acesso à obra de P. Pereira para a realização da unidade curricular.