Código: 41027
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: Sociologia
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

Esta unidade curricular tem como principal objetivo a análise da cidadania no contexto dos processos contemporâneos de globalização. Num primeiro momento, são examinadas as principais dimensões da globalização, sendo de particular relevo a reflexão sobre o surgimento de novas cidadanias. Num segundo momento, o estudo incide sobre os processos de formação de identidades culturais, religiosas, territoriais e de género, evidenciando o seu impacto nas lutas pelo reconhecimento de novos direitos de cidadania, na era da globalização.

Globalização
Cidadania
Identidades
Participação cívica

1. Identificar as múltiplas dimensões dos processos de globalização (social, cultural, económico e político).
2. Compreender as novas noções de cidadanias, no contexto da globalização e do declínio do sistema de regulação do Estado-nação.
3. Problematizar as lutas pelo reconhecimento de direitos específicos para as minorias.
4. Desenvolver as competências para a análise crítica.

I. As Diferentes Dimensões da Globalização
II. Globalização, Estado-nação e Novas Cidadanias
III. Identidades, Diversidade e os Direitos de Cidadania


 

Textos selecionados da bibliografia obrigatória:
Carvalhais, I.E. (org.), 2008,  Cidadania no Pensamento Político Contemporâneo, Estoril: Principia.
Castells, M. , 2003, O Poder da Identidade, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
Sousa Santos, B. (org.) (2004), Reconhecer para Libertar. Os Caminhos do Cosmopolitismo Multicultural, Porto: Edições Afrontamento.                                                                                            
Sousa Santos, B. (org.), 2001, Globalização. Fatalidade ou Utopia?, Porto: Edições Afrontamento.                                              
Disponibilização online na turma virtual de bibliografia adicional e webografia.

 

E-learning.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

Os estudantes devem possuir o acesso a um computador com ligação à internet, bem como competências no uso da internet e da plataforma Moodle. É, igualmente, necessário que os estudantes possuam conhecimentos da língua inglesa.