Gestão de Recursos Humanos
Código: 61019
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: Gestão
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

A presente unidade curricular visa capacitar os estudantes para assumirem funções em departamentos de gestão de recursos humanos de organizações públicas ou privadas.
Para o efeito supracitado, são abordados aspetos fulcrais da gestão de recursos humanos: o seu enquadramento (o sistema de relações laborais português, caracterização da função recursos humanos e da gestão de recursos humanos); a vertente psicossociológica da gestão de recursos humanos; a sua inserção na estratégia organizacional; análise e avaliação de funções; recrutamento e seleção; avaliação do desempenho; remuneração e benefícios complementares.
 

Capital Humano
Trabalho
Psicossociologia das organizações
Desempenho profissional

Pretende-se que, após aprovação nesta unidade curricular, o estudante tenha adquirido capacidade para o seguinte:
• Analisar a gestão de recursos humanos à luz do seu quadro legal e histórico;
• Utilizar a vertente psicossociológica na vida quotidiana das organizações;
• Inserir a gestão de recursos humanos na estratégia organizacional;
• Elaborar documentos resultantes da análise de funções;
• Recrutar e selecionar pessoas;
• Avaliar o desempenho de trabalhadores;
• Remunerar e atribuir benefícios a trabalhadores.

Capítulo 1 – O sistema de relações laborais português.
Capítulo 2 – A função recursos humanos e a gestão de recursos humanos.
Capítulo 3 – Motivação.
Capítulo 4 – Liderança e inteligência emocional.
Capítulo 5 – Poder, conflito e negociação.
(NOTA: Poderá optar-se pela lecionação de apenas um ou dois capítulos referentes aos aspetos psicossociológicos).
Capítulo 6 – A estratégia para os recursos humanos.
Capítulo 7 – Análise e descrição de funções.
Capítulo 8 – Recrutamento, seleção, acolhimento e socialização.
Capítulo 9 – Remuneração e benefícios complementares.

BIBLIOGRAFIA OBRIGATÓRIA
•    Silva, V. P. & Reis, Felipa, Capital Humano – temas para uma boa gestão das organizações, 2ª edição, Lisboa, Edições Sílabo.
•    Silva, V. P., Dicionário de Gestão de Recursos Humanos,Lisboa, Edição Sílabo.
BIBLIOGRAFIA ADICIONAL
• Silva, Victor Paulo Gomes (março-abril 2017), “A persistência da flexibilidade laboral”, RHmagazine, volume 109, pp. 30-32.
• Lira, Miguel & Silva, Victor (2015), “Motivação intrínseca vs. Motivação extrínseca: a aplicação da escala WPI no contexto do setor público português”, Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade (revista da Universidade do Estado da Bahia – Brasil), volume 5, nº 4, pp. 171-195. 




 

E-learning

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2 e-fólios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final.
Os estudantes podem, no entanto, optar por um único momento presencial de avaliação; realizando então uma prova de avaliação final (exame) com o peso de 100%.

Bom conhecimento de Princípios de Gestão é um pré-requisito para a adequada compreensão desta unidade curricular.