Etnografias
Código: 41101
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: Antropologia
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

A unidade curricular, cuja designação reflete os vocábulos gregos éthnos, «povo» e gráphein, «d/escrever», o que significa o processo de escrita e o objecto/ conhecimento que surge da mesma, apresenta a etnografia simultaneamente como um produto e um processo. Enquanto produto a etnografia corresponde aos textos elaborados pelos antropólogos/as como resultado da sua investigação de terreno. Por seu turno, enquanto processo, a etnografia corresponde ao método associado à fase de trabalho de campo e observação participante, ao contacto e relação do antropólogo/a com os seus sujeitos de estudo e colaboradores no terreno.
Esta unidade curricular pretende apresentar e analisar através de uma perspetiva simultaneamente teórica e aplicada, obras etnográficas essenciais no desenvolvimento da antropologia, em geral, mas dando igualmente destaque à antropologia portuguesa. Para o efeito serão selecionadas algumas das etnografias mais ilustrativas, tendo por referência a abrangência espacial e sociocultural da prática antropológica.

 

Etnografia
Reflexibilidade
Observação participante
Sociedade contemporânea

No final desta unidade curricular o/a estudante deverá ser capaz de:

•    Compreender a especificidade do método e escrita etnográfica.
•    Reconhecer obras etnográficas e autores fundamentais no domínio antropológico.
•    Aplicar a perspetiva etnográfica ao trabalho em ciências sociais.
•    Desenvolver capacidade de reflexão crítica relativamente a temas de relevância científica e de cidadania.

 

1.    Etnografia e os/as antropólogos/as
1.1    O método, a escrita e a reflexibilidade   
1.2    Os/as antropólogos/as: testemunhos do terreno

2.    Percursos: das etnografias clássicas às abordagens contemporâneas  
2.1    O contexto e conceção de um terreno: do colonialismo ao transnacionalismo
2.2    Críticas e novos cenários: o local e a voz em etnografia  
2.3    (Re)descobrir objetos e terrenos: arquivos, corpos e ciberespaço  

3.    As etnografias portuguesas: encruzilhadas coloniais e terrenos contemporâneos
3.1 Etnografias, usos e costumes, em Portugal e nas colónias
3.2 Etnografias contemporâneas

 


Sousa, Lúcio. 2019. Textos e escritos: Etnografias. Lisboa: Universidade Aberta. [facultado na sala de   aula]

Clifford, James & Marcus, George.1991. Retóricas de la Antropología. Barcelona: Júcar Universidad.

Ferrándiz, Francisco. 2012. Etnografías contemporáneas. Anclajes, métodos y claves para el futuro. Barcelona: Anthropos - Universidad Autónoma. Metropolitana-Iztapalapa.

O`Neil, Brian. 2006. Antropologia Social – Sociedades complexas. Lisboa: Universidade Aberta.  
Ramos. Francisco. 2002. Etnografia Geral Portuguesa, Lisboa: Universidade Aberta.

- na sala de aula virtual será facultada bibliografia específica para cada tema.

 

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.