Estatística para as Ciências Sociais
Código: 21044
Departamento: DCET
ECTS: 6
Área científica: Matemática
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

Nos nossos dias somos cada vez mais confrontados com análises estatísticas dos mais variados tipos de dados (intenções de voto, nível de vida médio de uma dada população, etc.). Simultaneamente, surge a necessidade de saber interpretar e avaliar resultados estatísticos. Neste âmbito, a unidade curricular Estatística para as Ciências Sociais apresenta-se como uma introdução à Estatística e à Teoria das Probabilidades, sendo analisados e estudados os principais aspetos e noções inerentes a ambas as teorias: descrição e tratamento de dados de uma observação, noção de população, introdução ao cálculo de probabilidades, caraterização de distribuições e seus indicadores de localização, dispersão e forma. É também explorada a análise e representação de dados com software estatístico.

 

Análise, representação e redução de Dados
Estatística Descritiva
Correlação e regressão
Probabilidade

Espera-se que ao concluir esta unidade curricular, o estudante seja capaz de:
-  Reconhecer o papel e a importância da Estatística no auxílio ao tratamento e análise de dados;
-  Organizar dados estatísticos;
-  Efetuar análises estatísticas no âmbito das temáticas abordadas.

1. Definição de população e amostra. Problemas associados à aquisição dados;
2.  Análise, representação e redução de dados;
3.  Características amostrais. Medidas de localização e dispersão;
4. Dados bivariados. Correlação e regressão;
5.  Probabilidade.

Elsa Negas (2019): Estatística Descritiva, Edições Silabo, 1ª edição
Elizabeth Reis (2009): Estatística Descritiva, Edições Silabo, 7ª edição
Graça Martins, M. E., Cerveira, A. G. (1999):  Introdução às Probabilidades e à Estatística. Universidade Aberta,  nº 174
Barroso, M., Sampaio, E, e Ramos, M. (2003), Exercícios de Estatística para as Ciências Sociais, Edições Silabo.

Neufeld, L. John (2003), Estatística Aplicada à Administração usando Excel, Prentice Hall.
 

E-learning

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

A Universidade Aberta fornece uma licença do software SPSS a para utilização num computador pessoal sem custos adicionais para o estudante caso este software seja adotado