Antropologia das Religiões
Código: 41009
Departamento: DCSG
ECTS: 6
Área científica: Antropologia
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

 Esta unidade curricular tem por especificidade trabalhar o fenómeno religioso do ponto de vista das ciências sociais e, mais particularmente, do da antropologia.
 A singularidade da abordagem antropológica, sociológica ou histórica da religião consiste em tentar explicar as experiências religiosas no contexto de relações sociais, culturais e políticas. Se as ciências sociais evocadas se esforçam cada vez mais por pensar a questão da diversidade socio - cultural,  a antropologia desempenha um papel crucial neste tipo de abordagem,  que é fundamental no contexto das sociedades contemporâneas marcadas  pelos conflitos religiosos e culturais e também pelo renovar de religiosidade  a partir de uma  análise crítica do fenómeno religioso e de diversas visões antropológicas sobre a religião.

 

Religião
Sagrado
Rito
Comunidade

No final desta unidade curricular o/a estudante deverá ser capaz de:
•    Compreender a abordagem específica da antropologia relativamente ao fenómeno religioso.
•    Reconhecer a diversidade de práticas religiosas e a sua função do ponto de vista social e cultural.
•    Desenvolver capacidade de reflexão crítica relativamente a temas de relevância científica e de cidadania.

 

Antropologia das Religiões: o campo de estudo

1.1 Definição do objeto de estudo
1.2    Visão da religião pela antropologia: debates e questões
2. Antropologia das Religiões e a prática religiosa
2.1 Diversidade ritual e contextos etnográficos
2.2 Religiões, poder e ordem social
3. Antropologia das religiões e desafios atuais
3.1 Tradição e modernidade
3.2 Conflitos e tensões religiosos e culturais


 

Douglas, Mary,1991 Pureza e Perigo - ensaio sobre a noção de poluição e tabu, Lisboa, Edições 70.
Eliade, Mircea. 1999. O sagrado e o profano. A Essência das Religiões. Lisboa, Livros do Brasil.

Geertz, Clifford. 1978. “A religião como sistema cultural”, In A interpretação das culturas, Rio de Janeiro, Zahar.

Hervieu – Léger, Danielle. 2005. - O peregrino e o convertido. A religião em movimento, Lisboa, Gradiva.
Mbembe, Achille,2013. África Insubmissa – Cristianismo, poder e Estado na sociedade pós -colonial. Edições Pedago.

Obadia, Lionel. 2011. Antropologia das Religiões, Lisboa, Edições 70
Carmo, António, 2001, Antropologia das Religiões, Lisboa, Universidade Aberta.

- na sala de aula virtual será facultada bibliografia específica para cada tema.

 

E-learning.

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.