A Tradução na Europa
Código: 31353
Departamento: DH
ECTS: 6
Área científica: Tradução
Total de horas trabalho: 156
Total de horas de contacto: 15

A Unidade Curricular está estruturada em dois momentos fundamentais. Por um lado, far-se-á a caracterização das várias línguas predominantes na Europa, dos contactos entre elas e das relações que aquelas línguas mantiveram com as línguas minoritárias ao longo do tempo. Por outro lado, proporciona reflexão sobre as temáticas da identidade, da fronteira e dos modos de encarar o outro e de traduzir, oriunda dos tradutores europeus. Para o estudo desses momentos, será apresentado e proposto para reflexão um conjunto de textos fundadores sobre aquelas temáticas.
 

Traduçao
Cultura
Europa
Línguas Europeias

 - conhecer momentos, espaços e protagonistas da temática em estudo na Unidade Curricular;
- saber identificar aspectos comuns e diversos da identidade europeia no que diz respeito às temáticas em estudo;
- capacidade de relacionar aspectos teóricos aprendidos na Unidade Curricular com os textos fundadores apresentados na Unidade Curricular.
 

1. As Línguas na Europa
2. As Línguas e a Tradução: visão histórica
3. Momentos da Reflexão sobre a Tradução na Europa
4. A Tradução na Actualidade e a Construção da Identidade Europeia.
 

- CHARTIER, Roger. Libros, Lecturas y Lectores en la Edad Moderna. Alianza Editorial, Madrid, 1993;
- LÓPEZ GARCÍA, Dámaso Teorías de la Traducción. Antología de textos. Ediciones de la Universidade de Castilla-la Mancha, Cuenca 1996;
- PAIS, Carlos Castilho. Apuntes de Historia de la Traducción Portuguesa. Universidad de Valladolid, Soria, 2005;
- PAIS, Carlos Castilho. Teoria Diacrónica da Tradução Portuguesa (Antologia, Séc. XV a XX). Universidade Aberta,
1997;
- ZUBER, Roger, Les «Belles Infidèles» et la Formation du Goût Classique. Albin Michel, Paris, 1995.
 

E-learning

O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.

Nada a referir.